quinta-feira, 19 de junho de 2008

Descubro-me...



Descubro em sonhos
todos eles "sem" pérolas
que haviam muitos mais versos
loucos e cadentes, de devaneios
que causam na parte mais nobre,
os mais translúcidos versos
que de saliência curva, desconvexa
e adentra na mais recente
moldura fechada.

Percebo que em cada mundo
tem um pedaço da dor,
que escreve de parte
a parte, como se deixasse
as migalhas ao vento.

Conto até nove,
mas posso chegar até doze
e em números suspirar,
mostrando com quantos
paus se faz a uma canoa.

Ah! Mas o que sou?
Labirintos me escondem
em muros virtuais,
onde as reticências me identificam,...
fotos, textos, meu mundo
e muito mais.

Assim concedo-me...
o que em sonhos pedi,
o que em versos diluí,
e o que incitadamente...
transcrevi.
[Mário Pires]

9 comentários:

Imaisa disse...

Mais uma vez vc parece entrar na intimidade das pessoas e as esvaziam dos seus tormentos, tornando sua dor mais suave, qd lida em seus poemas.
As vezes agente vive um coquetel de emoções....
Dizer que me identifico.... Claro que me identifico!!!!!
Parabéns pela obra!
Bjs

Marta Matos disse...

É e eu estou te descobrindo como poeta...abraço meu querido amigo.

IaLah Sahyt disse...

Avec!

Hum... Belos versos q aqui vejo...
Uma mistura interessante com traços marcantes de cada amigo(a) q tenho...

Escreves muito bem caro Mário... Muito bem mesmo...

Espero q tenha apreciado meu blog, uma vez q trazes em teu devaneio as pérolas q eu exalto.

Ialah Sahyt

ariel disse...

hahaha esse poema e minha cara
gostei bastante =D

Versos Perversos disse...

Ave!

Versos Inversos em Linhas Inversas...
Supostamente sensíveis a serem linhas transversas...
Olhar próprio a dissecar sentidos...
Um belo olhar sobre belas cenas...

Belo texto caro... Belo texto...
Tens um olhar interessante sobre os inúmeros versos de inúmeras mãos a versar...

Em ckaos, chaos, caos... O caô do verso... É simplesmente versar.

O Ckausar.

Núbia disse...

Meu comentário desaparece diante de tantos elogios, seus poemas invadem vidas sabia? muito maravilhoso... vc é maravilhoso!! Parabéns!

* a (F)lor * disse...

Ola MP...

É um belo texto... Vejo qe alguns amigos meus vieram apreciar tbm... humm...Bom!

Bem, como Ialah disse... cita traços marcantes bastante conhecidos por mim e por ela... Interessante...

Bem... Beijos... E verse sempre... Muito... Pois cada verso é um pouco de ti...Um pouco de alguem...Um pouco de algo que se mistura para o enlace da obra...

Beijos meus pra ti...

juarez.sebastian disse...

COLÉ MARINHO...
Atacando de poeta?
Vá procurar Manuca e mostre o que você escreve aqui. Por certo ninguém imagina que existe um transcritor da veia lúdica em nossas esquinas há mais de vinte e poucos anos.
Estou surpreso meu velho...
E orgulhoso...
Agora estarei sempre te lendo, revendo, pensando...
Matando a saudade de quem eu pensava que conhecia.
Parabéns queridão.

Anônimo disse...

Mario, esse parece d + cmg...me ví dentro do verso...e + uma vez, preciso dizer: vc tem tem talento incríiiiivel...
PARABÉNS.
Abraços.
Amaralina Passos.