sábado, 5 de abril de 2008

Lembranças da Guerra



Gente, expcional a história de José de Moraes de Souza, um ex-expedicionário, combatente de guerra brasileiro, que se uniu às tropas Americanas na Segunda Guerra Mundial.
Recebi um livro e gostei tanto que fiz uma matéria e divulguei na imprensa local. Foi publicada no Diário da Região, nos sites: http://www.portalsg.com/, http://www.radiocidadeam870.com.br/ e tudo indica terá uma matéria, ainda essa semana, na TV São Francisco. Espero que vocês gostem.
Grande abraço e bom final de semana.


Ex-expedicionário, natural de Sento-Sé, relata em livro suas lembranças da guerra

Por Mário Pires.

Pego de surpresa pelo “sorteio” na convocação para servir ao Exército e posteriormente a juntar-se à Força Expedicionária Brasileira, com o intuito de reunir-se às tropas aliadas americanas, na época, o jovem de vinte anos de idade, José Moraes de Souza, natural de Sento-Sé, interior da Bahia, vivenciou uma das maiores experiências de sua vida: lutar na Segunda Guerra Mundial.
Passados mais de 60 anos, essas lembranças ainda permanecem vivas em sua mente, mesmo tendo que forçá-la em alguns instantes para recordar de pequenos detalhes e relatá-las no seu mais novo livro “Pé de Trincheira” – Lembranças da Guerra, onde conta suas experiências, momentos de aflição, partida para a guerra e entre outras coisas a saudade e a falsa noticia da sua morte, enviada à família.

“Observada de longe a guerra é uma coisa, mas de perto, e completamente diferente. Assemelha-se ao inferno!” como diz o próprio autor. “Cheia de explosões, cheiros de pólvoras e gemidos, destinados a purgar os pecados de muita gente, ainda em carne e osso”, completa.

Além de todas as emoções fortemente contadas em seu livro, Brasilino – como o trata no livro, conta também o seu retorno da Itália ao Brasil e da triste notícia de ter contraído a doença conhecida como “Pé de Trincheira”, que parece simples, mas se não tratada com urgência, pode deixar aleijado o seu portador.

Moraes que com toda certeza se emocionara ao escrever, tratando de suas memórias mais difíceis, dedicou este livro a seus genitores, a sua esposa Helena Braga de Souza e a seus familiares que tanto sofreram com a sua partida e com a triste expectativa de vê-lo no front em combate.
Hoje, formado em direito e membro da União Brasileira de Escritores, José Moraes de Souza já escreveu outros livros, mas nenhum semelhante e tão emocionante como este.

O livro, que traz na capa uma foto de arquivo pessoal do autor, num dos momentos reais dessa extraordinária experiência, fora produzido pela Editora Scortecci, valendo a pena ler e prestigiar este “herói” brasileiro.

Para solicitar esta história real em forma de romance, basta entrar em contato pelo telefone (74) 8806.1036 ou pelo email: mariopiresmkt@hotmail.com

Um comentário:

Fidel, filho de BGG disse...

Você tá vendendo o livro é?